Sábado, 24 de Agosto de 2019
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

CRLV de 2019 continua sendo fiscalizado no município

sáb, 10 de agosto de 2019 05:29

por Laura Alvarenga

Proprietários de veículos com placas final 1, 2, 3, 4 e 5 necessitam apresentar o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV) de 2019, devidamente atualizado. A fiscalização desse grupo começou a ser feita desde o dia 1º de agosto. Em caso de descumprimento das normas, o motorista pode receber multa no valor de R$ 293,47, perde sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e até mesmo ter o veículo apreendido.

A fiscalização também exige o pagamento em dia do Imposto de Propriedade de Veículo Automotor (IPVA), Seguro Obrigatório, Licenciamento e multas em dia, caso haja alguma. “Na falta de algum desses documentos, o veículo é removido ao pátio até que a situação seja regularizada”, informou o cabo Arlindo Rodrigues. Os militares do 53º Batalhão da Polícia Militar de Minas Gerais estão executando fiscalizações no trânsito diuturnamente, principalmente através de blitz pelas vias da cidade.

O militar disse que o porte do documento não é obrigatório, uma vez que a PM consegue conferir a situação do veículo através da placa de identificação com uma consulta no sistema. Contudo, o mesmo recomenda que os motoristas estejam sempre preparados caso aconteça alguma falha no sistema e ele fique fora do ar. O policial ainda lembrou sobre a necessidade e obrigatoriedade do motorista sempre portar a CNH, seja ela física ou digital, por se tratar de um documento indispensável a qualquer condutor.

Em Araguari, a média de apreensão é de 20 veículos por dia, entre carros e motos. Contudo, vale ressaltar que as apreensões não ocorrem unicamente devido a irregularidades no CRLV. O tenente Davi Messias ressaltou que, durante as blitz também são fiscalizados a conservação dos veículos, respeito à sinalização de trânsito, equipamentos obrigatórios, estacionamento, entre outros.

O cabo Arlindo Rodrigues alertou sobre o selo de identificação da placa do veículo. “Muitas vezes ele arrebenta e ocasiona na remoção do veículo por estar com o lacre violado. Tem multa para isso, tanto para carro quanto para moto”. O lacre é uma forma de assegurar para que não aconteça a troca e clonagem de placas.

No que se refere às placas com finais 6, 7, 8, 9 e 0, a fiscalização passará a acontecer do dia 1º de setembro, de acordo com o calendário divulgado pelo Detran – MG. Em caso de tributos atrasados, o pagamento pode ser feito nas redes credenciadas. A impressão da segunda via do boleto de multa pode ser feita através do site do Detran.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: