Quarta-feira, 15 de Julho de 2020
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Coluna: Neuropsi

sáb, 30 de maio de 2020 08:46

Abertura-neuropse

1- O que é ansiedade de performance ?

Seja no vestibular, na escola, trabalho, ou até na hora de tirar a habilitação, o nervosismo está sempre presente. Este problema é bastante comum. Nervosismo e ansiedade são reações perfeitamente normais ao estresse. Para algumas pessoas, no entanto, os sintomas de ansiedade podem ser tão fortes que dificultam, e muito, a concentração no exame. Sintomas como náuseas, sudorese, cólicas e mãos trêmulas costumam deixar as pessoas ainda mais nervosas. A insônia, antes de uma prova importante, mesmo sabendo que você estudou o suficiente e domina o conteúdo da matéria. Tontura e sudorese excessiva antes de uma competição esportiva.Tremor e irritabilidade pouco antes de uma apresentação para uma grande plateia . Todos estes são sintomas corriqueiros na véspera de acontecimentos importantes.

2-Quais são os sintomas?

Os sintomas variam de caso em caso, e além dos já mencionados acima, podemos incluir : tensão muscular, sensação de fadiga, dificuldade de concentração, irritabilidade e pensamentos negativos ( “não vou me sair bem, “não serei aprovado”, “vou esquecer tudo o que estudei”.)

Algumas pessoas chegam a desmaiar antes ou durante apresentações, enquanto outras podem até fugir de um compromisso por medo e ansiedade excessivos.
Casos extremos pedem intervenção de um profissional, podendo inclusive, haver necessidade de tratamento medicamentoso.

É importante dizer que sentir-se ansioso antes de ocasiões especiais é normal. A preocupação com ansiedade patológica deve existir quando o medo e a ansiedade paralisarem sua vida.

3-Quais são as causas do nervosismo de provas?

Dentre diversos fatores, as expectativas do estudante é o que mais influencia. Por exemplo, se você acredita que irá mal na prova, é bem provável que a ansiedade apareça durante sua realização.

“Eu sabia tudo, mas só lembrei a resposta depois que entreguei a prova!”, é um acontecimento cotidiano causado pela ansiedade.

“Parece que quanto mais estudo menos sei!”, também é um questionamento constante em casos de nervosismo.

Além disso, o nervosismo pode virar uma bola de neve. Após vivenciar uma forte ansiedade durante um teste, no próximo já haverá um novo receio, que o nervosismo de fato acaba se repetindo. Isso causará mais nervosismo também nas provas sequenciais.

Depois de sofrer vários destes episódios, muitos estudantes acreditam ser impotentes diante de tal situação.

4-Mas, então, o que é possível fazer para prevenir ou minimizar o nervosismo?

Este nervosismo pode aparecer apenas na hora da prova, um dia antes, uma semana antes, ou ser contínuo desde o momento em que sabe que precisará se submeter a tal avaliação.

A ansiedade de performance é um problema que afeta a concentração nos estudos, faz surgir pensamentos negativos e questionamentos sobre a capacidade de alcançar metas e objetivos.
Os indivíduos, em geral, são muito cobrados em função de meta e desempenho que, não raro, são estipulados até de forma arbitrária. Logo, é preciso saber contornar essas situações com calma e resiliência para evitar que a ansiedade atrapalhe o alcance dos objetivos propostos.
E, diante da importância atribuída ao significado que um resultado positivo tem para o profissional e sua carreira, superar a ansiedade pode ser o primeiro passo para grandes conquistas.

Para contornar esse problema, tanto o profissional, como as organizações deverão buscar soluções através de uma gestão estratégica, eficiente e de valorização de seu efetivo.
O psicólogo pode seguir alguns caminhos para atingir esta meta. Ele pode analisar o quanto esta prova representa para você, e analisar outras situações semelhantes já vividas, que deixaram traumas. Pode analisar o quanto você mesmo se boicota, ou seja, inconscientemente não se valoriza, o que atrapalha no resultado. Ou pode ir direto ao assunto, e lhe treinar para estar mais à vontade na hora da prova e não deixar que o nervosismo influencie. Todos são caminhos uteis.

5-Quais são as recomendações finais?

Durma o suficiente. Dormir menos de 6 horas ao dia pode ocasionar o que chamamos de déficit de sono. Dormir pouco pode deixá-lo menos ativo mentalmente, o que pode afetar negativamente no seu desempenho nos exames, mesmo que você tenha gastado as horas de sono perdidas estudando loucamente. Portanto, é muito importante que você conclua todo o seu estudo, para que você possa ter uma boa noite de sono antes do grande dia.
Estude sabiamente. Ser organizado com os seus estudos, isso pode ajudá-lo a manter-se em dia, sem precisar fazer muitos sacrifícios.

6- Mas como estudar de forma mais inteligente?

Basta fazer uma lista dos afazeres, por ordem de importância. Inicie sempre pelo topo da lista. Além disso, estime quanto tempo cada item levará para ser concluído, e compare com as horas que você tem disponível. Desta forma, você pode dividir suas tarefas e encaixar melhor os estudos dentro da sua rotina diária.
Mentalize seu êxito. Uma ótima forma de construir a sua confiança e espantar o nervosismo é: mentalizar você fazendo as provas com facilidade. Quanto mais detalhada for a sua mentalizacão, mais real será a sensação de que você está vivenciando aquele momento. Pode parecer besteira, mas este exercício realmente ajudará você a obter um melhor desempenho.
Mantenha a calma. Hoje em dia, todos nós sabemos que o estresse prejudica a memória, por isso é importante acima de tudo manter a calma, antes e durante as provas. Também existem várias técnicas de alívio de estresse que podem ajudá-lo a se acalmar rapidamente. Exercícios de respiração reduzem praticamente a zero a ansiedade, além de intensificar a sua concentração: basta inspirar profundamente, expandindo a sua barriga, e deixar o ar sair lentamente.
Procure auxílio profissional. Se você vem enfrentando dificuldades de reduzir o seu nível de estresse, mesmo com estas dicas, não hesite em visitar um psicólogo especializado em desordens de ansiedade. O nervosismo em exames é algo tratável, e a melhora é relatada praticamente em todos os casos.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: