Terça-feira, 14 de Julho de 2020
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Coluna: Da redação (01/07)

qua, 1 de julho de 2020 02:30

EM FALTA

Em razão da grande procura, as farmácias de Araguari enfrentam a falta de um novo medicamento que promete o milagre da cura da Covid-19: a ivermectina. Trata-se de um remédio usado no tratamento de infecções causadas por vermes e parasitas e que ganhou destaque a partir do mês de abril, depois de um estudo da Biomedicine Discovery Institute (BDI), em Melbourne (Austrália), publicado na Antiviral Research, indicando que o medicamento foi capaz de conter o avanço e inibir a replicação do SARS-CoV-2 (Covid-19) em teste in vitro (em laboratório).

 

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

O vereador Douglas Tiboquinha (PSB) disse que vai solicitar, através de ofício, à Prefeitura Municipal de Araguari, a distribuição gratuita do medicamento, ação já adotada em algumas cidades da região.

 

SERÁ?

Até que enfim, prefeitura começou os trabalhos das obras para drenagem pluvial na rua A 1 do bairro Madri. Há aproximadamente 10 anos, os moradores sofrem nas épocas de chuvas. Na época da construção, a estrutura feita não conseguiu acompanhar o crescimento do bairro.  Dessa forma sempre quando chove muito forte, as ruas alagam, trazendo diversos transtornos aos moradores. Vamos aguardar antes de comemorar, pois em tempos de política, vale tudo.

 

NO PIQUE

Por falar em política, o pré-candidato ao Executivo, Major Renato está firme no seu propósito de disputar a tão sonhada cadeira palaciana. Dizem “alguns palpiteiros” que, o jovem militar tem um índice de rejeição baixíssimo e, com início da campanha, pode crescer de forma assustadora rumo a praça Gaioso Neves. Vamos aguardar!

 

NA SURDINA

Por outro lado, o atual prefeito Marcos Coelho afirma que não pensa em reeleição, mas nos corredores do Palácio, o que se comenta é que Marcão está vivo, forte e pronto para o embate da próxima campanha.

 

TRABALHO

O Deputado Raul Belém (PSC) apresentou um requerimento de providências, destinado à Reitoria da Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG), para que a instituição disponibilize aos alunos, através dos meios de comunicação com os estudantes, preferencialmente por meios digitais, e em caráter urgente e excepcional, os conteúdos das disciplinas que possam ser substituídos pelas aulas presenciais, nos limites estabelecidos pela legislação em vigor, excluindo deste procedimento o curso de Medicina, bem como as práticas profissionais de estágios e atividades laboratoriais dos demais cursos. A UEMG se manifestou, através de sua Pró-Reitoria de Ensino, informando que o Conselho Universitário (Conun), em reunião realizada no último dia 3 de junho, deliberou sobre a elaboração de um planejamento para a execução de atividades acadêmicas na modalidade remota. Um cronograma de atividades foi aprovado para que todos os processos do planejamento sejam executados até o começo de julho, , considerando as especialidades dos cursos ofertados pela UEMG, das Unidades Acadêmicas e dos municípios em que estão localizadas.

 

MORADIAS

O agendamento para a realização do cadastro do programa habitacional da Cohab (Companhia de Habitação do Estado de Minas Gerais) terá início no dia 6 de julho por meio de ligação telefônica. O atendimento será feito de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Nesta fase, a secretaria de Planejamento e Habitação coletará por telefone o nome da pessoa e o contato dela. Serão disponibilizadas duas linhas para o agendamento: (34) 3690-3260 e (34) 3690-3277.

 

IMÓVEIS

Segundo informações da Secretaria de Planejamento e Habitação, no total, serão construídos 128 apartamentos por meio do programa Cohab, sendo 96 imóveis no residencial Bem-Viver, que serão viabilizados nas proximidades do Hospital Municipal, no bairro Miranda; e 32 apartamentos no residencial Gramado, na região do bairro Santa Helena, próximo à Justiça do Trabalho.

 

GALANTEIO

Ontem, durante o evento em Brasília para anunciar a prorrogação do auxílio emergencial por mais dois meses, o presidente Bolsonaro teceu um elogio a nossa cidade. Assim disse o ‘mito’: “tive o prazer neste final de semana visitar Araguari”. Ele ainda reiterou que o ato de visitar os municípios não é uma afronta a ninguém e sim uma forma de mostrar que está ao lado do povo.

 

DEU BRANCO

O presidente teve que levar uma ‘colinha’, escrita no velho modelo, na palma da mão mesmo, com o nome de Araguari, para não correr o risco de errar, ou esquecer. Meu Deus…

 

MAIS UM

O vereador Silésio Miranda (PT),  de Uberlândia, que estava afastado, teve o mandato cassado por quebra de decoro parlamentar pelo Plenário da Câmara, em sessão realizada na segunda-feira, 29. O denunciado e a defesa compareceram à audiência e pediram o arquivamento do processo. Apesar da decisão, o parlamentar cassado ainda pode recorrer à Justiça Comum. Silésio foi um dos denunciados por uso indevido de verba indenizatória e obtenção de vantagens indevidas a partir da contratação de serviços gráficos, após a Operação “Má Impressão” do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco). Ele foi o 15º vereador a perder o mandato desde que estouraram as operações do Gaeco em 2019. O vereador Wilson Pinheiro (PP) foi o único, até agora, que conseguiu reverter a decisão na Justiça.

 

PRIVILÉGIO

Nas redes sociais, servidores públicos protestam contra o governador de Minas, tendo em vista Renúncia fiscal de 27% em relação ao ano passado, quantia equivalente à 6,2 bilhões em impostos. Para os críticos, o governador, que também é empresário no Estado, vem dando privilégios à classe, anistiando as dívidas de grandes empresários.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: