Domingo, 22 de Setembro de 2019
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Casos de dengue em Araguari motivam requerimentos apresentados na Câmara Municipal

qua, 20 de fevereiro de 2019 05:40

Da Redação

A saúde pública foi um dos principais temas discutidos pelos vereadores durante sessão ordinária na Câmara Municipal, realizada na terça-feira, 19. Na ocasião os edis Paulo do Vale (PV) e Lúcio Flávio Rodrigues da Cunha (PSDB) apresentaram requerimentos, pedindo que a secretária de Saúde encaminhe ao Legislativo, informações sobre os casos relacionados à dengue, zika e chikungunya registrados no município.

Casos de dengue em Araguari motivam requerimentos apresentados na Câmara Municipal

Casos de dengue em Araguari motivam requerimentos apresentados na Câmara Municipal

 

Também foram solicitadas informações sobre o número de leitos disponíveis na cidade para atender os pacientes acometidos com estas doenças. O pedido foi apresentado pelo vereador Leonardo Rodrigues, “Leo Mulata”, que se mostrou insatisfeito quanto ao trabalho sendo realizado pela secretaria de Saúde na cidade.

“Pretendo acompanhar de perto a situação da saúde em Araguari, principalmente quanto às cirurgias de ortopedia, equipamentos disponíveis e as condições das unidades de saúde, bem como, o trabalho realizado pela equipe de Zoonoses. Várias pessoas estão contraindo dengue no município e precisamos mobilizar as equipes de combate. Sabemos que a população tem que prevenir, mas é de responsabilidade da secretaria de Saúde e da coordenação do departamento de Zoonoses fazer campanhas e a prevenção,” disse o vereador e também presidente da Comissão de Saúde da Câmara Municipal.

O vereador voltou a cobrar o funcionamento da sala de Raio X que deverá ser instalado na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) para atender a população. Segundo informações, o local está sendo preparado, mas ainda não há previsão da entrega. “Recebemos informação há três meses que a sala estava sendo preparada, mas até então, não começou o funcionamento. Desta forma gostaríamos de saber, como está o andamento, pois, o município possui equipamentos para serem utilizados e a população precisa deste serviço.”

Aproveitando o ensejo, Sebastião Joaquim Vieira “Tiãozinho do Sindicato” (PSL) também ressaltou a importância dos requerimentos e pediu mobilização do secretário de Saúde, Guilherme Afonso, quanto à agilidade em exames e cirurgias no município. “Temos casos de pessoas que estão sofrendo com doenças graves e necessitam de exames. O secretário precisa estar atento a estas questões e fazer uma triagem, pois, tem doença que não espera. Também encaminho requerimento quanto à troca de cadeiras da Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro Paraíso. As pessoas chegam ao local e não tem onde se sentar, porque as cadeiras estão completamente danificadas. Precisamos dar condições e dignidade aos araguarinos.”

Os vereadores também apresentaram requerimentos que serão enviados ao prefeito Marcos Coelho (MDB) e aos deputados representantes de Araguari, no intuito de evitar o fechamento da agência da Receita Estadual em Araguari. A intenção é encontrar um imóvel que comporte o serviço realizado pela agência ou que o município fique responsável pelo aluguel do atual prédio. “Estamos unindo esforços para encontrar soluções para resolver esse impasse. Os deputados também têm condições de pedir junto ao governador de Minas Gerais, Romeu Zema (NOVO) que o local não seja fechado. Estamos perdendo com a falta de repasses aos municípios, e agora teremos mais um prejuízo com o encerramento das atividades da agência,” argumentou Tiãozinho.

Mototaxistas

Os profissionais que realizam o serviço de mototaxistas foram lembrados durante sessão na Câmara Municipal. Os vereadores exigiram agilidade da secretaria de Trânsito, Transportes e Mobilidade Urbana quanto ao processo de licitação, a fim de regulamentar o trabalho prestado à população. De acordo com os vereadores, pelo menos 15 profissionais tiveram suas motocicletas apreendidas durante fiscalização da Polícia Militar e terão que responder processos na Justiça.

“O secretário de Trânsito se comprometeu agilizar o processo. E nós sabemos que os mototaxistas são importantes em todo o contexto da sociedade. Precisamos coibir as irregularidades de mototaxistas clandestinos, mas os profissionais não podem pagar pela demora no processo licitatório. São 90 dias de prazo e queremos acreditar que seja comprido,” finalizou Tiãozinho.

 

 

 

 

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: