Terça-feira, 07 de Abril de 2020
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Bombeiros capturam Jiboia, tatu e maritacas em residências da cidade

sex, 20 de março de 2020 05:47

Da Redação

Não é segredo para ninguém o número assustador de animais silvestres que tem invadido a cidade. Nesta quinta-feira, 19, mais dois casos foram atendidos pela Segunda Companhia de Bombeiros Militar de Araguari, de acordo com informações da assessoria de comunicação da instituição.

Ocorrências foram registradas nessa quinta-feira ** Segunda Companhia de Bombeiros Militar de Araguari

Ocorrências foram registradas nessa quinta-feira
** Segunda Companhia de Bombeiros Militar de Araguari

Numa residência da rua Raul José de Belém, região do bairro Bosque, uma serpente da espécie Jiboia foi encontrada pelos moradores em cima de uma motocicleta; eles, assustados, acionaram os militares.

O animal pesava aproximadamente 17 quilos e media aproximadamente dois metros. Com as devidas técnicas, foi capturado, sem apresentar lesões e solto numa reserva natural distante do perímetro urbano.

Os bombeiros se deslocaram em seguida ao bairro Vieno, onde havia um tatu no quintal de uma residência, na rua André Fernandes dos Reis. Como existem cães no local, os moradores tiveram o cuidado de colocar o animal dentro de uma lavadora de roupas até a chegada da guarnição BM. Sem ferimentos, ele foi solto em uma reserva natural, na zona rural.

Na quarta-feira, 18, os bombeiros tinham comparecido na rua Coronel José Ferreira Alves, Centro. Dois filhotes da ave popularmente conhecida como maritaca, foram encontrados pela solicitante caídos no chão da garagem de sua residência. Eles apresentavam ferimentos visíveis e foram entregues à Polícia Militar do Meio Ambiente, para as devidas providências.

De acordo com os militares, tem sido frequente a migração destas aves silvestres para a área urbana. Um dos motivos para esse fenômeno é a destruição do habitat natural destes animais, que muitas vezes ocorre em razão de queimadas e desmatamento da área nativa.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: