Domingo, 08 de Dezembro de 2019
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Black Friday movimenta o comércio nessa sexta-feira

sex, 29 de novembro de 2019 05:06

por Laura Alvarenga

Nesta sexta-feira, dia 29, acontece um dos principais movimentos do comércio brasileiro. Criada nos Estados Unidos, a “Black Friday”, é uma data que promove a compra e venda de produtos em oferta, reunindo tanto as lojas físicas quanto virtuais. Aderindo à ação, os comerciantes brasileiros incentivam as vendas como forma de economia nas compras de Natal, levando em consideração a proximidade das datas.

Consumidores devem se atentar a possíveis fraudes

Consumidores devem se atentar a possíveis fraudes

 

Uma pesquisa feita pelo Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (Ibope) mostra que em torno de 70% dos internautas tem a intenção de realizar alguma compra pela internet. E o Código de Defesa do Consumidor, protege os clientes de eventuais práticas abusivas que possam acontecer justamente nessa época.

Apesar das reclamações constantes que, inclusive apelidaram a data como “Black Fraude”, é possível fazer um bom negócio no momento da compra, seja ela feita em lojas físicas ou virtuais. Contudo, é importante se atentar a alguns detalhes, visando evitar problemas futuros como fraudes de promoções, demora no prazo de entrega e, até mesmo, a não entrega do produto.

Várias reclamações comprovadas por internautas em anos anteriores apontam evidências de que algumas empresas aumentam o valor dos produtos dias antes do evento, com o intuito de reduzir na sexta-feira, criando a ilusão de um falso desconto. Divergências de preços antes e no dia da promoção podem ser denunciadas ao Procon (Programa de Proteção do Consumidor). Com a denúncia, o órgão encaminha um fiscal até o local solicitado para apurar as informações e tomar as providências cabíveis.

De acordo com a diretora geral do Procon em Araguari, Michelle Izabel Curcino, a primeira orientação é para se atentar aos preços e realizar uma pesquisa de mercado antes de efetuar a compra. A prática vale para compras online ou presenciais. É importante também, não se esquecer de guardar o cupom fiscal, pois, é ele que irá garantir que a reclamação possa ser feita perante o órgão.

Michelle Cursino ainda faz uma alerta para as promoções recebidas via e-mail. Segundo a diretora do Procon, muitas vezes essas ofertas redirecionam o internauta a algum site que pode conter promoções falsas. Sendo assim, em casos de compra pela internet, é preferível efetuar o pagamento via cartão de crédito ou débito, pois, estes meios possibilitam que em caso de fraude, o cliente possa recorrer e receber o valor de volta. Pagamentos via boleto dificultam o procedimento.

A diretora do Procon ainda relatou um caso específico de compras físicas, que é quando o cliente opta por adquirir um produto de mostruário. Nessa situação, a loja costuma pedir para que o cliente assine um termo de responsabilidade, mostrando estar consciente de que o produto pode conter alguns defeitos. Em casos dessa natureza, não há o que se fazer.

Em geral, esse momento é positivo para o consumidor, pois se trata de uma oportunidade de ele comprar um produto que realmente precisa. Entretanto, vale ressaltar a importância do planejamento e cuidado para comprar itens que não são necessários, além de criar uma dívida que não vai conseguir administrar e conviver com a culpa de ter um objeto em casa que não tinha tanta funcionalidade.

O Procon Araguari está à disposição para orientar os consumidores e atender denúncias. O órgão está localizado na rua Coronel Lindolfo França, 543. Também é possível contatar pelos telefones 3690-3137, 3690-3139, 3690-3078, 3690-3117 e 3690-3207; ou encaminhar um formulário de reclamação, disponibilizado no site www.araguari.mg.gov.br/procon. É necessário que o consumidor informe nome, e-mail e endereço para enviar a mensagem ou reclamação para a equipe de proteção e defesa do consumidor.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: