Quarta-feira, 19 de Junho de 2019
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Autoridades locais participam de audiência na sede da 9ª Região Integrada de Segurança Pública

qua, 20 de março de 2019 05:01

Da Redação

Audiência Pública da Visita Técnica de Integração acontece amanhã, 21, a partir de 14h, no auditório da sede da 9ª Região Integrada de Segurança Pública (9ª RISP), órgão de segurança pública do Estado, visando ouvir a população e debater ideias sobre a segurança pública nas cidades de Araguari, Uberlândia, Araporã, Ituiutaba, Cachoeira Dourada, Canápolis, Capinópolis, Cascalho Rico, Centralina, Estrela do Sul, Grupiara, Ipiaçu, Gurinhatã, Indianópolis, Monte Alegre de Minas, Santa Vitória e Tupaciguara.

Sede da 9ª RISP, em Uberlândia ** Arquivo

Sede da 9ª RISP, em Uberlândia
** Arquivo

 

Além das Polícias Civil e Militar, Araguari será representada pelo Corpo de Bombeiros, Conselho Municipal de Segurança Pública, Sistema Prisional, Ministério Público, Ceapa – Central de Acompanhamento de Penas Alternativas, Defensoria Pública dentre outras instituições.

Em janeiro de 2019, nas localidades de abrangência da 9ª Região Integrada de Segurança Pública foram registrados 328 crimes violentos, de acordo com a Secretaria de Estado de Segurança Pública (SESP), dentre homicídios, roubos, estupros, sequestros e cárcere privado, consumados e tentados. Em Araguari, foram 24 ocorrências dessa natureza no período. Com 214 ocorrências, Uberlândia ficou na primeira colocação.

Os números de janeiro do ano anterior eram mais preocupantes, com 513 crimes violentos registrados nos 17 municípios da 9ª RISP, sendo 414 em Uberlândia, 31 em Araguari e 29 em Ituiutaba.

Atualmente, o Estado de Minas Gerais está dividido em 19 Regiões Integradas de Segurança Pública (Risps), que são repartidas em Áreas de Coordenação Integrada de Segurança Pública (Acisps). Essas, por sua vez, são compostas por Áreas Integradas de Segurança Pública (Aisps).

 

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: