Quinta-feira, 23 de Novembro de 2017
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Autarquia municipal é notificada após invasão de área particular

ter, 14 de novembro de 2017 05:37

por Mel Soares

Obras da ETE Central podem prejudicar atividades na maior empresa de Araguari; estudos estão sendo promovidos para evitar transtornos

Na manhã dessa segunda-feira, 13, o Jornal Gazeta do Triângulo participou de coletiva de imprensa promovida no Mataboi com o diretor-presidente, José Augusto de Carvalho Junior.

O principal motivo da coletiva foi esclarecer sobre o transtorno que a empresa enfrenta devido a obra da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE Central) realizada em área próxima ao frigorífico.

Diretor-presidente, José Augusto de Carvalho Junior, durante coletiva de imprensa

Diretor-presidente, José Augusto de Carvalho Junior, durante coletiva de imprensa

 

Conforme informações, há aproximadamente duas semanas foi verificado que a empresa terceirizada, que presta o serviço, invadiu parte do terreno pertencente a companhia de abate de bovinos e comércio de carnes.

“Arrebentaram a cerca da área adjacente que chamamos de respiro, que inclusive é reservada para ter oportunidade de expansão. Conversamos com o pessoal da obra e eles pediram desculpas e paralisaram as atividades”, destacou o representante.

Além de notificar a SAE (Superintendência de Água e Esgoto), autarquia responsável pela obra, foi registrado boletim de ocorrência na delegacia de Polícia Civil no dia 7 de novembro.

Para evitar outros problemas, reunião entre o Mataboi, a prefeitura e a SAE também foi promovida, o que resultou no trabalho de topografia que foi iniciado ontem.

“Não é uma área rural, mas sim industrial e deveria ter sido feita uma análise, um estudo de impacto o que não aconteceu. Não queremos atrapalhar, pois sabemos da importância da obra para a cidade, mas essa proximidade é preocupante, ainda mais tratando-se de uma empresa de alimentos”, argumentou o diretor-presidente.

Durante a coletiva foi ressaltado sobre a importância do Mataboi para a cidade no que diz respeito a geração de empregos e receita. Em torno de 1.200 pessoas trabalham no local – o maior exportador de carnes de Minas Gerais.

ETE Central

Mais de 38 milhões de reais serão investidos na ETE Central que começou a ser construída no mês de março.  O processo de captação de esgoto para o tratamento tem início na rede interceptora situada no córrego Brejo Alegre trecho de acesso entre as avenidas Teodolino e Minas Gerais onde será feito o tratamento preliminar por meio de galerias. O tratamento final ocorre em área próxima ao frigorífico Mataboi.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: