Domingo, 21 de Julho de 2019
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Audiência Pública discute métodos para impedir fechamento do Pace

sáb, 25 de maio de 2019 05:54

por Laura Alvarenga

Uma audiência pública realizada na tarde desta quinta-feira, 23, na Câmara Municipal, reuniu representes políticos e de entidades locais a fim de discutir a situação do possível fechamento do Posto Avançado de Coleta Externa (Pace) Hemominas. Estiveram presentes, o presidente do Legislativo, vereador Wesley Lucas de Mendonça (PPS), vereadores Levi Siqueira (MDB), Ana Lúcia Prado (PTB) e Wanderlei Inácio (PRTB); secretário de Saúde Guilherme Afonso; presidente do Conselho Municipal de Saúde; representantes do Rotary Clube de Araguari; representantes da Pastoral de Saúde e da Atenção ásica.

Comissão propõe ampliar atendimento na unidade

Comissão propõe ampliar atendimento na unidade

 

Na sessão ordinária da última terça-feira, 21, o presidente da Câmara, Wesley Lucas, havia apresentado um requerimento pedindo esclarecimentos acerca do possível fechamento da unidade do Pace Hemominas em Araguari. Segundo o vereador, a informação foi obtida através de uma conversa do mesmo com o coordenador do Hemominas em Uberlândia, Paulo Henrique. Na ocasião, Paulo justificou o fechamento devido à fraca movimentação da unidade, junto a um contingenciamento do Estado.

A instalação do posto de coleta em Araguari foi possível através da ajuda e parceria de igrejas locais por meio do grupo Encontro de Jovens em Cristo (EJC) e do Rotary Clube. Na época, os Rotary’s do município se reuniram e organizaram um evento no Parque de Exposições Rondon Pacheco no intuito de arrecadar fundos para a compra do maquinário utilizado na unidade. Hoje, o Pace funciona apenas às terças-feiras, na parte da manhã, das 7 às 11h30 o que dificulta a coleta de doadores no município devido à falta de flexibilidade nos horários de atendimento.

Segundo o vereador Wesley Lucas, o contingenciamento do Estado não é motivo suficiente para o fechamento da unidade sendo que “o aluguel é pago pelo município e grande parte dos funcionários é da prefeitura” bem como a pequena quantidade de supervisores responsáveis pela fiscalização do local. Sendo assim, como forma de viabilizar e manter a unidade, a comissão montada durante a audiência definiu algumas alternativas para refutar o contingenciamento.

A proposta dos componentes da comissão é para que os dias e horários de coleta sejam ampliados, além da reutilização do espaço como uma Unidade Básica de Saúde (UBS) que poderá aproveitar os mesmos profissionais para ambas as tarefas. A UBS também seria de grande utilidade, por ser a única na região, podendo atender o bairro Rosário e o Centro da cidade.

De acordo com o secretário de Saúde Guilherme Afonso, a audiência serviu para “aglomerar alguns movimentos e fazer corpo perante o Estado e a instituição Hemominas”. Ele ainda disse que, se necessário, utilizarão de diversos recursos, até mesmo de um abaixo-assinado, como meio de auxiliar nos trâmites necessários para a unidade continuar em andamento.

A coordenadora regional da Pastoral da Saúde, Lucimeire da Silva Marques Santos, ressaltou que “nós temos que procurar somar melhorias na saúde ao invés de desfazer”. Segundo Lucimeire, o posto de coleta seria primordial no auxílio do Hospital Sagrada Família que está em construção pelo Instituto Master de Ensino Presidente Antônio Carlos (Imepac). Agora, após a audiência da última quinta-feira, a comissão aguarda confirmação de uma reunião com o prefeito Marcos Coelho de Carvalho, além de um encontro no Hemominas Uberlândia, na próxima quarta-feira, 29, às 8h30.

Devido ao importante papel para a instalação e funcionamento do Pace em Araguari, a reportagem da Gazeta o Triângulo tentou entrar contato com o presidente do Rotary Clube de Araguari, mas não obteve resposta.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: