Domingo, 24 de Março de 2019
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Árvores em risco de queda são suprimidas por equipes do Corpo de Bombeiros

seg, 10 de dezembro de 2018 05:36

Da Redação

Durante a semana, equipes da 2ª Companhia de Bombeiros Militar estiveram engajadas no trabalho de corte de árvores que ofereciam algum tipo de risco à população do entorno. Ao total, foram feitas oito supressões programadas, principalmente de árvores do tipo Sibipiruna.

Uma equipe atuou especificamente em cortes programados na rodovia MG-223, próximo ao Posto 2 da Polícia Rodoviária Estadual (PRE) no quilômetro 114. De acordo com informações do subtenente Lucenildo Batista Alves, foi solicitada a supressão de sete árvores, por parte do comandante da PRE, tendo em vista “que estavam muito altas e com perigo de cair sobre a fração da polícia”. O trabalho durou cerca de uma semana para ser concluído.

Árvore suprimida no interior de uma escola foi abalada após fortes ventos  **Divulgação CBMMG

Árvore suprimida no interior de uma escola foi abalada após fortes ventos
**Divulgação CBMMG

Na tarde de quinta-feira, dia 6, os militares estiveram presentes na Escola Estadual Paes de Almeida. “Após uma ventania ocorrida dias atrás, uma árvore no interior da escola ficou prejudicada. A diretora ficou receosa de causar algum dano maior e, até mesmo, lesões nos alunos”, explica.

O subtenente afirma que todos os cortes feitos são programados e acontecem quando oferecem riscos. Com as últimas chuvas e fortes ventos, “pequenas árvores têm caído, mas, até o momento não houve transtornos maiores”. Ele ressalta que o Corpo de Bombeiros, juntamente com a Defesa Civil, está vigilante para atender a população o mais rápido possível e evitar danos maiores; ”além disso, a população pode acionar os bombeiros a qualquer momento quando houver alguma árvore que possa trazer riscos”.

Neste período de chuvas, o perigo de queda de árvores é intensificado; desta forma, é preciso ficar alerta. Os militares recomendam que as pessoas fiquem longe de árvores, independente se estiverem em algum veículo ou andando a pé, principalmente de árvores grandes ou com galhos muito abertos.

Quando questionado sobre o local que apresenta mais riscos, o militar aponta o Bosque ‘John Kennedy’ – que é comumente utilizado para a prática de exercícios físicos e lazer. Então, a recomendação é evitar circular pela área. “Todas as vezes que o vento está mais forte, há queda de árvore no local. Quando estiver chovendo ou ventando, evite andar no Bosque, bem como ficar próximo de árvores em geral”, finaliza.

 

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: