Domingo, 21 de Julho de 2019
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Araguarino é um dos novos promotores de Justiça de Minas que tomam posse em fevereiro

sáb, 25 de janeiro de 2014 00:00
João Paulo Fernandes foi aprovado em 5º lugar entre quatro mil inscritos em concurso público. Foto: Arquivo Pessoal

João Paulo Fernandes foi aprovado em 5º lugar entre quatro mil inscritos em concurso público.
Foto: Arquivo Pessoal

DA REDAÇÃO – O araguarino João Paulo Fernandes, 27 anos (foto), é um dos novos promotores de Justiça do estado de Minas Gerais que serão empossados em uma cerimônia solene no dia 3 de fevereiro, às 18h, na sede do Ministério Público em Belo Horizonte. Presidida pelo Procurador-Geral de Justiça, Carlos André Mariani Bittencourt, a posse reunirá diversas autoridades do estado.

Os aprovados ocupam inicialmente o cargo de Promotor de Justiça Substituto. Eles realizam um curso de formação com duração de dois meses até serem definidas as cidades para atuação, que pode ser em qualquer área – Meio Ambiente, Patrimônio e Urbanismo, Criminal.

Dos 4 mil inscritos na primeira fase do concurso, considerado de extrema dificuldade e com apenas 33 selecionados, João Paulo Fernandes obteve o 5º lugar. Ele também conseguiu a aprovação para o MP de São Paulo e para a fase oral do concurso de Juiz de Direito no Paraná. “Sempre fui dedicado, acho que é a única forma de se obter sucesso profissional e ser feliz na carreira. Conduzi o curso com seriedade e focado, tive muito incentivo da família e dos amigos. Fui reprovado algumas vezes e eles compartilharam desse momento triste, então a aprovação foi motivo de muita alegria,” contou ele, que é filho do ex-deputado estadual Marlos Fernandes e da bancária Amélia Lúcia de Godoi Fernandes.

O interesse pelas ciências humanas o levou a optar pelo Direito.  Formou-se aos 23 anos, na Universidade Estadual Paulista – Unesp. “É um curso que lida com conflitos e como tenho interesse em solucioná-los, decidi seguir alguma carreira pública. E o MP combinou bem com os meus objetivos,” ressaltou.

Enquanto se preparava para concursos da área, João Paulo Fernandes se especializou em Direito Constitucional, além de atuar como advogado no município por quatro anos.

Segundo ele, a vida política do pai teve influência decisiva na escolha de sua carreira. “Assim que ele se tornou vice-prefeito, lidava com uma série de questionamentos judiciais e eu queria entender o que era um mandado de segurança, os diversos procedimentos processuais que existem. Essa convivência foi determinante,” pontuou.

Questionado sobre a área que pretende atuar, o futuro promotor revelou sua preferência por Patrimônio e Urbanismo, mais voltada para a prevenção da criminalidade. “Espero que eu possa fazer um trabalho sério em prol da sociedade, dar a ela minha contribuição,” concluiu.

1 Comentário

  1. Edilvo Mota disse:

    Parabéns ao João Paulo pelo exemplo de dedicação aos estudos. Sucesso

Deixe seu comentário: