Segunda-feira, 21 de Outubro de 2019
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Araguari registra novo aumento nos casos de dengue

qui, 11 de julho de 2019 05:32

por Laura Alvarenga

Os dados divulgados pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) anunciam um novo aumento nos casos prováveis (suspeitos + comprovados) de dengue no município. Os números que até a última semana eram de 2.216, agora, na 27ª semana epidemiológica são 2.373 casos de dengue.

Em Minas Gerais, os dados atualizados até o dia 8 de julho, apontam 438.666 casos prováveis em todo o Estado. O informe epidemiológico também divulgou a lista de cidades que registraram óbito por dengue até o momento, acrescentando o município de Araguari pela a morte de uma mulher no dia 6 de abril de 2019.

Órgãos competentes se preparam para novas ações de prevenção contra a dengue a partir do mês de agosto

Órgãos competentes se preparam para novas ações de prevenção contra a dengue a partir do mês de agosto

 

Até o momento, foram 86 óbitos confirmados em 36 cidades mineiras, sendo elas: Araguari (um), Arcos (um), Belo Horizonte (17), Betim (18), Campos Gerais (um), Contagem (quatro), Curvelo (um), Estrela do Sul (um), Frutal (dois), Guaranésia (um), Guarani (um), Ibiá (um), Ibirité (dois), Ituiutaba (um), Jaboticatubas (um), João Monlevade (um), João Pinheiro (cinco), Juiz de Fora (dez), Lagoa da Prata (um), Martinho Campos (um), Monte Carmelo (um), Paracatu (um), Passos (dois), Patos de Minas (um), Patrocínio (dois), Pitangui (um), Pompéu (um), Rio Paranaíba (um), Sacramento (um), São Gonçalo do Pará (um), São Gotardo (um), Sete Lagoas (um), Uberaba (dois), Uberlândia (16), Unaí (dois) e Vazante (dois). Além destes, outros 137 óbitos ainda estão em investigação para dengue, ressaltando que as mortes notificadas até o momento não necessariamente são recentes.

De acordo com informações do coordenador do setor de Zoonoses, Guilherme Carvalho, a SES-MG está em processo de atualização dos casos de dengue no município. Guilherme ressaltou que todo o levantamento municipal é feito manualmente e demora algum tempo para o município enviar os dados para o Estado. Sendo assim, até que o controle da dengue seja efetivo e a secretaria faça a atualização de todos os dados, haverá uma disparidade de informações a nível municipal e estadual.

Guilherme ainda ressaltou que nas últimas três semanas epidemiológicas, o departamento de Zoonoses tem registrado cada vez menos casos de dengue no município. No entanto, a equipe continuará com as ações preventivas na cidade. Dividida em ciclos bimestrais, as atividades giram em torno de visitas residenciais incluindo os distritos.

Além das visitas em imóveis, no mês de agosto a secretaria de Saúde através do departamento de Zoonoses e em parceria com algumas secretarias, fará uma reunião para definir e implementar ações regionais de acordo com a necessidade do município. Segundo Guilherme Carvalho, estão previstas uma ação alusiva ao Dia D de Combate à Dengue, além de um mutirão preventivo. O intuito é “não deixar o assunto cair no esquecimento, possibilitando a proliferação do vírus no município”.

Influenza

Também de acordo com a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), na última segunda-feira, 8, foi divulgado uma atualização das notificações de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). Até o momento foram 2.106 casos notificados, sendo que, 404 amostras foram processadas.

Das notificações por amostras processadas, 164 foram confirmadas como SRAG por Influenza, além disso, 241 casos foram confirmados para outros vírus respiratórios por investigação laboratorial. Em somatória, mais cinco casos de Influenza foram confirmados por vínculos epidemiológicos, totalizando 169 registros da doença.

Em Araguari, desde o início do ano foram registrados em torno de 17 casos de Influenza. De acordo com a coordenadora do setor de Epidemiologia, o alerta é para que a população fique atenta, realizando a lavagem das mãos sempre que possível, além de evitar lugares aglomerados.

Até o momento, em todo o Estado, 96% dos casos confirmados são referentes a Influenza A, 0,6% por Influenza B, e 3% por Influenza não tipada. Em Minas Gerais, 207 óbitos por SRAG foram confirmados em 21 cidades mineiras. Uberlândia faz parte desta lista, registrando duas mortes pela doença, sendo a última, divulgada na segunda-feira, 8. O registro da primeira morte pela doença na cidade foi divulgado no boletim epidemiológico do mês de junho.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: