Terça-feira, 04 de Agosto de 2020
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Araguari chega à 20 óbitos causados pelo novo coronavírus

ter, 14 de julho de 2020 10:51

Da Redação

Com a proximidade do pico da pandemia em Minas Gerais projetado para esta quarta-feira, 15, é nítido o rápido aumento, tanto dos casos confirmados para covid-19, quanto dos óbitos causados pela doença em Araguari. O boletim diário divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde reafirma esse cenário: o município atingiu 902 casos confirmados nesta segunda-feira, 13. Além disso, são 619 suspeitas e 20 mortes causadas pela covid-19. Outros nove óbitos seguem em investigação.

O número de mortes confirmadas em Araguari aumentou e, outras nove seguem em investigação

O número de mortes confirmadas em Araguari aumentou e, outras nove seguem em investigação

 

Dentre os óbitos confirmados, três óbitos registrados no último domingo, 12, sendo dois pacientes do sexo masculino, idade de 72 e 87 anos, respectivamente, e uma paciente do sexo feminino, 60 anos. A secretaria informou ainda a morte de um paciente do sexo masculino de 61 anos nesta segunda-feira. O caso também está confirmado para a covid-19.  Para falar sobre o atendimento dos pacientes com diagnóstico positivo para o novo coronavírus, a reportagem entrou em contato com a pasta municipal. A informação é de que, conforme a demanda, estão sendo encaminhados para o Hospital de Campanha, onde há 26 leitos em funcionamento para pacientes de leve e média complexidade.  No que se refere à taxa de ocupação de todos os leitos de internação e UTI disponíveis para atendimento para COVID-19 em nosso município, a secretaria ressaltou ainda que em breve será divulgado com precisão, uma vez que o levantamento está sendo feito com os demais hospitais da rede de saúde de Araguari.

Quanto as ações que têm sido realizadas em prol do enfrentamento da doença na cidade, a administração municipal informou ainda o recebimento de mais R$ 1.133.379,00, proveniente do Ministério Público do Trabalho e Justiça do Trabalho. O recurso será utilizado para efetuar compra de insumos necessários, como a aquisição de máscaras para atendimento à população, EPI’S para coveiros, EPI’S para colaboradores da área da saúde, novos leitos para atender à demanda, equipamentos hospitalares, entre outros.

Além disso, algumas instituições também serão beneficiadas com um outro recurso oriundo do Ministério Público do Trabalho e Justiça do Trabalho, sendo a Santa Casa de Misericórdia, Abrigo Cristo Rei e o Asilo São Vicente de Paula. Para o prefeito Marcos Coelho, tais recursos são de extrema importância para ajudar o município a enfrentar a pandemia. “Além dos araguarinos, recebemos pacientes de diversas cidades próximas, como Cumari, Araporã, Indianópolis, Nova Ponte e Tupaciguara, o que afeta ainda mais as dificuldades financeiras e de realocação dos pacientes”, explicou.

Conforme tem acompanhado a reportagem, os dados epidemiológicos do município ainda apresentam divergências com as notificações informadas pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) nesta segunda-feira. O novo boletim estadual aponta para 875 casos confirmados e 15 mortes.

A pandemia já se alastrou por 757 cidades de Minas Gerais, cerca de 88,7% dos municípios mineiros, o que significa que não há casos apenas em 96 cidades mineiras.

Belo Horizonte é a cidade de Minas Gerais com a maior quantidade de moradores infectados com a covid-19: são 10.348 até o momento, conforme o relatório do Estado. Por sua vez, o município de Uberlândia, que se destaca no Triângulo Mineiro, aparece logo em seguida, na lista de municípios com maior concentração de casos de coronavírus, com 9.210, e 141 mortes. Os números também são elevados em Ipatinga, no Vale do Aço, que tem mais de 3.600 casos, e Juiz de Fora, na Zona da Mata, onde há cerca de 2.500 diagnósticos positivos.

Em todo o estado, o número de casos confirmados é de 76.822, com o registro de 971 em apenas um dia, além de 1.615 mortes no total. Entre os casos confirmados, quase nove mil demandaram internação na rede pública ou privada do Estado. Assim, a ocupação dos leitos da rede está em 61,41% para enfermaria e 69,99% nas UTIs.

Em suas redes sociais, o governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo-MG), ressaltou que esteve em reunião com o comitê, tratando sobre o novo coronavírus, e destacou que este é o momento de redobrar o alerta. “Nesta semana, Minas Gerais passará pelo pico da curva de casos da covid-19. Estou monitorando de perto, com reuniões diárias no Centro de Operações de Emergência em Saúde Pública, a situação em todas as macrorregiões do estado, para que não falte atendimento a nenhum mineiro”, finalizou.

 

 

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: