Quarta-feira, 15 de Julho de 2020
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Apesar do aumento de demissões, município tem saldo positivo no emprego formal em 2020

sáb, 30 de maio de 2020 09:10

Da Redação

Este foi o primeiro Caged divulgado no ano, que foi publicado em um novo formato

Este foi o primeiro Caged divulgado no ano e foi publicado em um novo formato

Araguari registrou 2.838 contratações durante os quatro primeiros meses deste ano. A informação foi divulgada na última quarta-feira, 27, pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério da Economia. Apesar do saldo positivo de 58 vagas criadas no período, é grande o número de desligamentos que chegou à 2.780 demissões. Os dados de janeiro a abril foram publicados pela primeira vez este ano, uma vez que o governo havia suspendido a divulgação, afirmando que as empresas não estariam informando dados de demissões, o que inviabilizou a consolidação do cadastro.

Apesar de as informações serem de prestação obrigatória, desde que foi simplificado e unificado o cadastro trabalhista, no fim de 2019, tem havido subnotificação por parte das empresas. Segundo verificou a reportagem, neste período o comércio foi o setor que mais encerrou postos de trabalho, registrado saldo negativo de 220 vagas no emprego formal com carteira assinada. As demissões superaram as contratações, sendo registrado 883 e 663 respectivamente.

A Construção Civil atingiu 347 admissões e 319 desligamentos, registrado 28 vagas criadas, posteriormente, aparece o setor de Agricultura com 162 contratações novas no período e 103 desligamentos, o saldo positivo é de 59 postos de trabalho. Apesar da maior criação de vagas (+109), a Indústria de Transformação também realizou muitas demissões, sendo 487 desligamentos e 596 contratações.

As demissões podem ser explicadas pela suspensão de certas atividades, devido ao aumento de casos relacionados à covid-19 em todo o estado.  Com a pandemia do novo coronavírus, que foi decretada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) , o município adotou restrições nas atividades econômicas, que exigiram o fechamento de grande parte do comércio, por exemplo. Desde meados de março, o município tem sentido os efeitos da crise econômica causada pela pandemia: foram 757 contratações contra 714 demissões (+43 vagas).

No mês de abril, a situação se agravou e Araguari fechou o mês com saldo negativo, tendo registrado 459 admissões e 686 desligamentos. Desta forma, foram encerrados 227 postos de trabalho no município. A maioria dos setores tiveram saldo negativo no referido mês, como por exemplo o comércio, com 105 admissões e 215 desligamentos, sendo que o saldo negativo é de 110 vagas. Também a Construção Civil que teve fechamento de 39 postos de trabalho, sendo 50 contratações e 89 desligamentos. Por sua vez, a Industria de Transformação efetuou 78 contratações e 104 demissões, sendo o saldo negativo de 26 vagas de trabalho. O único setor que apresentou saldo positivo em abril foi a Agricultura, que efetuou 55 admissões, 24 desligamentos e a criação de 31 vagas para trabalhadores de Araguari e região.

A economia brasileira fechou 1,1 milhão de vagas de trabalho com carteira assinada entre os meses de março e abril.

Os dados atualizados são os primeiros a mostrar o retrato do impacto da pandemia do novo coronavírus no mercado de trabalho brasileiro. A pandemia levou governos a adotarem medidas de restrição e isolamento social para reduzir a velocidade do avanço da doença.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: