Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2018
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Aos 25 anos, Doorgal Andrada é eleito deputado estadual

qui, 11 de outubro de 2018 05:58

por Mel Soares

Escritório político em Araguari será viabilizado pelo parlamentar

Em 2017, Doorgal Andrada (Patri) conquistou uma vaga na Câmara Municipal de Belo Horizonte, sendo o vereador mais jovem já eleito na capital mineira.  Doorgal é bacharel em Direito, atleta de triatlo, oficial da reserva do Exército e presidente da Comissão de Legislação e Justiça na Câmara Municipal de Belo Horizonte.

O jovem é vereador e presidente da Comissão de Legislação e Justiça na Câmara Municipal de Belo Horizonte

O jovem é vereador e presidente da Comissão de Legislação e Justiça na Câmara Municipal de Belo Horizonte

 

Nas eleições gerais, o parlamentar conquistou mais de 57 mil votos. Araguari foi a segunda cidade que deu a ele o maior número de votos, foram mais de 6 mil; sendo que Doorgal foi o terceiro candidato a deputado estadual mais bem votado pelos eleitores da cidade.

Conforme acompanhado pela reportagem, para se candidatar a vaga, o vereador não solicitou licenças e, inclusive, três dias antes das eleições publicou um vídeo pela rede social destacando o trabalho realizado no Legislativo municipal. “Quanto a me licenciar para a campanha, deixo claro que não existe essa possibilidade”. No exercício do mandato como vereador, Doorgal atua com transparência e promove fiscalizações ao Poder Executivo municipal.

Nesta semana, o parlamentar concedeu entrevista ao Jornal Gazeta do Triângulo para falar a respeito de suas propostas de trabalho ao compor a Assembleia Legislativa.

- A reportagem foi informada de que você tem o intuito de abrir um escritório político em Araguari, no início do próximo ano. Isso ocorrerá?

Minha família tem uma longa relação e muito carinho por Araguari e o Triângulo Mineiro, fundada na presença do Imepac e no período em que meu pai foi Juiz de Direito e diretor do Fórum de Uberaba. Queremos retribuir a acolhida calorosa que sempre tivemos na cidade e na região, daí o compromisso de abrir e manter um escritório político em Araguari. É a maneira de mantermos um contato permanente com a população, ouvindo as pessoas e conhecendo quais são as reais necessidades dos cidadãos para pautar nosso trabalho.

- O trabalho realizado pelo Imepac em Araguari contribui, sem dúvida, para o desenvolvimento local e isso foi algo que chamou a atenção dos araguarinos que são seus eleitores. As ações terão continuidade?

O Imepac é uma instituição privada, que tem sua própria governança e objetivos. Ou seja, ele não é um instrumento do mandato. Por outro lado, o Instituto está em Araguari não apenas para prestar um serviço, no caso os cursos superiores, mas também para se integrar à sociedade e participar ativamente da vida dos araguarinos, contribuindo para o desenvolvimento da cidade e para o bem-estar das pessoas. Neste sentido, é certo que o Imepac prosseguirá em seus projetos que promovem essa integração, sempre procurando aperfeiçoá-los e ampliá-los, particularmente nas áreas de saúde e educação.

- Um dos seus compromissos, anunciado durante a campanha eleitoral, é realmente abrir mão dos privilégios que são oferecidos a um deputado?

Abrir mão de privilégios é um compromisso de campanha e algo que faço hoje, em meu mandato como vereador em Belo Horizonte. A ideia é descartar aquilo que é voltado exclusivamente para a pessoa do parlamentar, como auxílio-moradia e o chamado de auxílio-paletó, ou seja, os privilégios e mordomias. Fica apenas o que é relativo à estrutura do mandato, que é essencial à atividade de representar o povo de Minas. Na Câmara de Belo Horizonte, por exemplo, abri mão de motorista particular, verba de correio, celular e notebook, entre outros itens. E mesmo naquilo que uso, procuro gastar o mínimo possível, como material de escritório e de informática.

- Com o intuito de se aproximar do eleitor a ideia é viabilizar um aplicativo de celular. Explique como este sistema funcionará.

Considero que uma das tarefas de quem assume um mandato eletivo, hoje, é reaproximar o cidadão da política. O aplicativo é uma forma de fazer isso, dando mais transparência e abrindo o mandato à participação popular. No aplicativo é possível conhecer os meus projetos, apresentar sugestões, notificar problemas, acompanhar e opinar nos projetos de lei em votação e marcar uma reunião comigo, entre outras opções. Dessa forma, por exemplo, posso saber qual a opinião das pessoas sobre um determinado projeto de lei e isso pode influenciar meu voto. Permite também que o cidadão tenha um acesso mais fácil a mim e à minha equipe para a solução de problemas. Usarei o aplicativo também na Assembleia Legislativa.

Uma das suas ações realizadas como vereador é o acolhimento de animais abandonados. Como deputado, há alguma proposta nesta área?

Neste ano, fiz o resgate de cães que estavam abandonados em uma rodovia, próximo a Belo Horizonte. Eles estavam atacando ciclistas e pedestres, além de colocar a si e aos motoristas em risco ao cruzar a rodovia. Eles foram recolhidos e levados a uma clínica, onde foram tratados, vermifugados, castrados e colocados para adoção. No decorrer desse processo, pude conhecer as dificuldades e os custos elevados que cercam o trabalho dos protetores dos animais. É um trabalho voluntário e que demanda mais apoio da sociedade como um todo. Meu compromisso é de trabalhar para que eles recebam esse apoio, não só do poder público, mas por meio da articulação e do estímulo à participação das pessoas na defesa dos animais, seja com recursos ou trabalho voluntário. Vou trabalhar para aprimorar as leis que punem os maus tratos contra os animais, que reduzam o abandono e promovam a responsabilidade na posse e cuidado com animais de estimação ou trabalho. Creio que, quem pode orientar esse trabalho da melhor forma, é a própria rede de protetores de cada cidade.

4 Comentários

  1. Carlos disse:

    Vamos ver se irá Lembrar de Araguari só queremos ver e iremos cobrar.

  2. Ney disse:

    quero ver na hora das emendas se vai lembrar de araguari

  3. Janis Peters Grants disse:

    Prezada Mel Soares,

    (…)
    O Imepac é uma instituição privada, que tem sua própria governança e objetivos. Ou seja, ele não é um instrumento do mandato.
    (…)

    Algumas pessoas passam o tempo com PALAVRAS CRUZADAS.

    Eu, com MATÉRIAS CRUZADAS.

    E designo o MEU VÍCIO, do qual sou DEPENDENTE em OVERDOSES, de e-Clipping… claro, sempre focando GESTÃO PÚBLICA e CONTROLE SOCIAL.

    (…)
    SEM RODEIOS

    Sem dar pistas de nome, o diretor executivo do IMEPAC José Júlio Lafayette deixou claro ontem que a parte política da universidade vai estar participando da disputa pela prefeitura de Araguari em 2020.
    (…)

    Fonte extremamente confiável e fidedigna:
    http://gazetadotriangulo.com.br/tmp/radar/radar-nunca-e-tarde-demais/

    Pensar, livre pensar, que tudo que 90% dos ARAGUARINOS queriam era um HOSPITAL MUNICIPAL, aquele, que foi inaugurado TRÊS VEZES com a presença de TODAS as AUTORIDADES DA COMARCA, incluindo os Agentes Fiscalizadores, e nunca funcionou.

    Gestor após Gestor, ABAFÕES… ali, intentaram xuxar, socar, enfiar, de “Postinho de Saúde” a “Corporação de Bombeiros”, para engambelar A POPULAÇÃO.

    Um VIVA à VISTA GROSSA na SAÚDE PÚBLICA, e o OLHO GORDO na FILANTROPIA PRIVADA.

    É como disse aquele QUINTO ELEMENTO, o QUINTO DEPUTADO, o DEPUTADO EXCLUÍDO na atual FARTURA, por ser um ADVOGADO meio pirado, doidimDeTudo, aloprado:

    (…)
    Quem não dá assistência, abre espaço para a concorrência
    (…)

    E no contexto, Autoridades e Cidadãos comuns…

    … “marremos todos as nossas carças. Por Janones.” ( sic )

    Atenciosamente,
    Janis Peters Grants.

  4. Maria do Bairro disse:

    Meu candidato jovem visionário. Vindo de uma família de ficha limpa.
    A 17 anos vários recursos enviados a cidade pela família. Sempre lembraram da nossa cidade.
    Embora enviaram vários recursos não foram suficientes para dar continuidade em várias obras, mas jamais deixaram de se lembrar de nos.
    Eu aposto firme nele e acredito com convicção que sera um excelente deputado.
    Sobre Hospital Municipal? Realmente lamentável uma obra daquele tamanho parada, local onde infelizmente alguns entes queridos perdidos por lá, um local onde deveria hoje estar maior bem planejado cheio de leitos mas que, infelizmente está abandonado.
    Não só o hospital mas outras obras precisam ser reerguidas, ou criadas e mais uma vez eu acredito que os novos deputados eleitos com votos de Araguarinos estarão fazendo jus à estes votos.
    Araguari tem um povo que tem esperança é ninguém pode dizer o contrário. Eu ACREDITO no senhor Doorgal.

Deixe seu comentário: