Quinta-feira, 18 de Julho de 2019
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Alunos da rede estadual de ensino estão sem transporte escolar

sex, 8 de fevereiro de 2019 05:47

Da Redação

Expectativa é que o serviço seja oferecido antes de março

Nesta quinta-feira, dia 7, começou o ano letivo da rede estadual de ensino. Porém, os estudantes que precisam do transporte escolar oferecido pela prefeitura, principalmente os da zona rural, estão passando por dificuldades para chegarem à escola, visto que este é previsto para voltar com o retorno das escolas municipais, em 11 de março.

Decisão foi tomada após adiamento do início das aulas da rede municipal  **Divulgação

Decisão foi tomada após adiamento do início das aulas da rede municipal
**Divulgação

 

A decisão foi tomada após adiamento do início das aulas da rede municipal, votado em assembleia geral extraordinária, realizada pela Associação dos Municípios da Microrregião do Vale do Paranaíba (Amvap). Os prefeitos da região declararam que a medida se deve à falta de repasse por parte do governo de Estado de Minas Gerais, referente a recursos financeiros de direito dos municípios.

Na ocasião desta votação, o secretário de Educação, Werley Macedo, afirmou que a decisão de prorrogar o início do ano letivo das unidades educacionais municipais foi unânime entre os prefeitos reunidos. “O Estado não está repassando o que é devido aos municípios, por isso realizamos a assembleia extraordinária e os 18 municípios presentes decidiram pelo adiamento. Não temos estrutura financeira para as necessidades nem das creches e nem das escolas de ensino fundamental que são do município”, informou no dia 29 de janeiro.

A partir desta deliberação, a secretaria de Educação também publicou nota informando que o transporte escolar da rede estadual, que é realizado pelo município, não seria prestado até o início das aulas da rede municipal. Desta forma, os estudantes que precisam do veículo podem ficar até 22 dias sem conseguirem ir às aulas.

Os alunos da zona rural são os mais prejudicados; tanto na questão de faltas escolares quanto perda de conteúdos, durante esse período. Estudantes que iniciam o último ano do ensino médio, estando na iminência de prestar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) também terão uma grande defasagem no conteúdo.

Seria necessário que a prefeitura verificasse de perto a situação dos estudantes e, assim estudasse a possibilidade de garantir um transporte temporário para estes alunos. A reportagem do Gazeta do Triângulo conversou com servidor do setor de Transporte da secretaria de Educação; foi informado que é aguardado o repasse do governo Estadual acerca do Transporte Escolar. A expectativa é voltar antes de março, tendo em vista os estudantes das escolas estaduais, mas não há nada confirmado.

A reportagem também entrou em contato com o titular da Educação, mas até o fechamento desta edição não obteve êxito.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: