Quarta-feira, 15 de Julho de 2020
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Acusado de matar a garota Poliana Vaz será julgado por homicídio e estupro

sáb, 30 de maio de 2020 09:16

Da Redação

A Primeira Vara Criminal da Comarca de Araguari programou para o dia 13 de agosto o Júri Popular de R. E., quase três anos depois do bárbaro crime que vitimou a adolescente Poliana Carolina Vaz, no bairro Independência. O corpo dela foi encontrado em estado de decomposição numa estrada vicinal na região das Araras, dois dias após sair de casa para prestar serviços na casa de um parente.

Conforme a denúncia do Ministério Público, no começo da tarde de 15 de setembro de 2017, na Rua Brejo Alegre, fundos, o denunciado, mediante violência e grave ameaça, constrangeu Poliana Vaz, 17 anos, a manter relações sexuais com o mesmo. Não satisfeito, matou a garota, mediante asfixia, para garantir a impunidade do crime de estupro praticado.

Narra ainda o MP, que, no mesmo dia, o denunciado subtraiu para si um aparelho celular “LG Kl O”, pertencente a Poliana Carolina Vaz, e na manhã do dia 17, na zona rural de Araguari, R. E. ocultou o cadáver da vítima.

Ao confirmar que o acusado seria submetido a julgamento popular, o Juízo da Primeira Vara Criminal observou que, muito embora tenha o réu tenha negado seu envolvimento no crime de homicídio, as circunstâncias do caso revelam indícios de que ele, se não participou efetivamente da execução do delito, ao menos aderiu ao propósito de um suposto coautor, posto que o mesmo, inclusive, assumiu ter ocultado o corpo da ofendida em uma represa, bem como revelou que se apoderou do celular dela, dando o aparelho de presente a seu filho, sendo este fato, aliás, que possibilitou a sua identificação.

Assim, o réu de 32 anos, preso desde maio de 2018, será julgado pelos crimes de estupro e homicídio qualificado. A sessão será a partir de 10h, salvo imprevistos.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: