Quarta-feira, 13 de Novembro de 2019
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Acusado de homicídio tentado contra a esposa na véspera do Natal é condenado no regime aberto

qui, 7 de novembro de 2019 05:32

Da Redação

Três anos e nove meses no regime inicial aberto. Essa foi a pena aplicada ao acusado de homicídio tentado simples contra a própria esposa, há 19 anos, na véspera do Natal, em Araguari.

Defesa tentou a desclassificação do crime para lesão corporal ** Gazeta do Triângulo

Defesa tentou a desclassificação do crime para lesão corporal
** Gazeta do Triângulo

Ele foi julgado na última terça-feira, na Primeira Vara Criminal da Comarca, sendo defendido pelo advogado Paulo Braganti, que tentou a desclassificação do crime para lesão corporal, uma vez que o denunciado não tinha a intenção de matar a companheira, tanto que nem houve lesões graves, com um ferimento na mão e dois na região da cabeça.

Os jurados entenderam que houve a tentativa de homicídio simples, porém, foi aplicada a pena mínima. O defensor afirmou que o réu possui bons antecedentes e que o fato foi isolado naquela manhã de 24 de dezembro de 2000.

O acusado, hoje com 54 anos de idade e atualmente morando no estado de Goiás, compareceu à sessão de julgamento no Fórum Doutor Oswaldo Pieruccetti. Ele respondeu ao processo em liberdade. A demora para a realização do julgamento, conforme apurado, ocorreu em função de que o denunciado não foi encontrado para ser citado e intimado para comparecimento no seu interrogatório. Foi decretada a suspensão do processo, do curso do prazo prescricional e a preventiva, porém, ele permaneceu poucos dias preso, sendo revogada a prisão.

O Ministério Público, que sustentou a denúncia em Plenário, colocou que o denunciado, utilizando uma foice, desferiu golpes contra sua esposa, que atingiram as mãos e a cabeça, causando-lhe lesão corporal, não conseguindo consumar seu intento criminoso por circunstâncias alheias à sua vontade.

O Tribunal do Júri da Primeira Vara Criminal volta a se reunir hoje e sexta-feira, a partir de 10h.

 

2 Comentários

  1. Anônimo disse:

    Esse Brasil não tem mesmo jeito
    Agora está de colher é para os políticos, porque só pode ser condenado quando esgotar todas as instâncias

  2. Cezar disse:

    Enquanto os políticos fizerem leis pra favorecer eles mesmos, esse país não muda. São pesos e medidas desiguais. Por que imunidade? e tantos recursos a interpor? Esse país é dos bandidos? ou das pessoas de bem? Antigamente ser bandido era ponto fora da curva, e parece que hoje ser honesto é o ponto fora da curva. Quando o povo vai para as ruas como no Chile?

Deixe seu comentário: