Terça-feira, 25 de Junho de 2019
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Radar – Uberlândia

dom, 19 de abril de 2015 06:27

capa radar1

MAIS UM?

foto a

O bloco de oposição ao prefeito Gilmar Machado (PT) pode ganhar mais um aliado. Segundo informações, Celso Santos seria o décimo primeiro integrante da oposição, se unindo a David Thomas (PSDB), Stevão Bittar (DEM), Juliano Modesto (SD), Alexandre Nogueira (SD), Michele Bretas (PT do B), Doca Mastroiano (PR), Norberto Nunes (PSDB), Rodi Borges (SD) e Wilson Pinheiro (PTN).

CABELO E BARBA

Ainda segundo fontes desta coluna, Celso Santos estaria se movimentando também para deixar o PSC, e migrar para outra sigla. A título de informação o PSC está na base dos partidos que apoiam o governo municipal.

COLUNA DO MEIO

Quem se declara nem situação e nem oposição é o vereador Zezinho Mendonça (PROS) que prefere o título de independência sobre sua postura no Legislativo.

MISTÉRIO

foto b

Quanto ao vereador Luiz Claudio Galassi (PSDB) ainda não posicionou de verdade se é oposição, situação ou muito menos independente. Inclusive chegaram a ventilar que o mesmo poderia deixar o PSDB, mas seu destino é uma incerteza.

ESFRIOU

A discussão sobre uma nova eleição para a mesa diretora da Câmara Municipal após a saída do professor Neivaldo (PT) acabou esfriando nos corredores do Legislativo Uberlandense. Alexandre Nogueira (SD) e Doca Mastroiano (PR) que pertencem ao bloco de oposição colocaram seus nomes em uma eventual disputa que ninguém sabe se irá acontecer.

VIDA QUE SEGUE

foto c

Na condição de vice-presidente da Casa, o vereador Adriano Zago (PMDB) assumiu automaticamente o posto e vem exercendo a função de presidente.

ESSA DOEU!

foto d - Cópia

As declarações do deputado estadual Felipe Attie (PP) em relação ao auxílio-moradia repercutiram muito mal para o mesmo que achou baixo o valor de 4.467 reais aprovado na Assembleia. Attiê disse que o valor não paga nem aluguel e condomínio onde ele mora em Belo Horizonte.

“O valor que se gasta onde eu moro entre aluguel e condomínio é muito mais caro do que o auxílio-moradia” Do deputado estadual Fellipe Attiê (PP).

1 Comentário

  1. marilene disse:

    O Brasil precisa mudar. chega, quanta mordomia os vereadores, deputados tem e não há nada que fazem para os brasileiros. agente os elege pensando que eles vão fazer algo melhor para o Brasil, mas não eles só pensam neles, e roupam, roupam. já estamos cansados disso.

Deixe seu comentário: