Quarta-feira, 24 de Abril de 2019
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Coluna da CDL – CDL Uberlândia sedia ‘Feirão de Oportunidades’ de emprego

ter, 1 de dezembro de 2015 08:10
.

.

A desaceleração econômica trouxe como consequência o crescimento da taxa de desemprego. De acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), Uberlândia perdeu 2.764 postos de trabalho, de janeiro a setembro deste ano. Foram 89.806 trabalhadores contratados, contra 92.570 demitidos. Para ajudar os candidatos a conquistarem uma vaga no mercado de trabalho e começarem 2016 com o pé direito, a CDL Uberlândia sediará no dia 3 de dezembro, das 16 às 22h o ‘Feirão de oportunidades’ de empregos.

Para concorrerem às oportunidades de estágios e empregos, os candidatos deverão levar currículo atualizado e documentos pessoais como CPF e Identidade (RG). Serão realizadas contratações imediatas e cadastro de currículos. Empresas como Fundação CDL, Callink, Grupo Algar e o Grupo Martins estarão entre aquelas que participarão do Feirão.

 Workshops

Serão realizados workshops de consultoria de imagem, cortes masculinos e femininos, além de palestras, a primeira com o tema “Empregabilidade. O que é isso?”, será ministrada pela coordenadora da Fundação CDL, Bânia Vieira Poli. A coach executiva Chris Graef falará sobre Orientação de Carreira e o professor e doutorando em Administração, Antônio Carlos de Oliveira abordará o tema sucessão familiar.

Entrada: 1kg de alimento não perecível

Campanha “Estamos de Luto Pelo Brasil” cresce diariamente em Uberlândia

Rondônia, Mato Grosso, Goiás, Distrito Federal, Paraná, São Paulo, Alagoas, Sergipe e Minas Gerais estão entre os estados que demonstram apoio

A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Uberlândia lançou recentemente a campanha “Estamos de Luto pelo Brasil”. A ideia é uma forma de protesto aos recentes acontecimentos no país que envolvem escândalos de corrupção, impunidade, alta dos impostos e incompetência o que, consequentemente, deixa um lastro de dificuldades e incertezas econômicas para todo o setor produtivo do país. As lojas que aderiram à campanha receberam um kit com peças alusivas à mesma, contendo bottons, panfletos, adesivos para carros e motos, além de faixas. Ao todo, foram distribuídos 3 mil kits para empresários de Uberlândia e região.

A campanha não possui nenhum viés partidário. O intuito é impactar a sociedade para que os agentes políticos possam perceber a insatisfação geral que assola a população de forma geral. Sobretudo, a campanha visa combater um mal que permeia a comunidade há algum tempo: a corrupção.

O proprietário da Salomão Joias, Benito Salomão Neto, que também é economista disse que aderiu à campanha porque acha meritória a iniciativa e se a entidade se propôs em comprar essa briga todos devem apoiar. “Estamos sentindo o impacto de uma crise macro econômica clássica sem precedentes. Há falta de representatividade, o governo não controla os gastos, o setor produtivo está sendo esmagado por equívocos políticos e má gestão. A economia de 2015 deve decrescer com a base em -3% e previsão para 2016 é de -1,5%. Precisamos urgentemente de um ajuste fiscal e da política salarial, bem como o reequilíbrio das contas públicas”, enfatizou.

Ainda na visão de Benito Salomão, para que a campanha se fortaleça, as co-irmãs da entidade ou o G7 devem aderir.

Além do público local e regional, a campanha alcançou nível nacional e internacional. Rondônia, Mato Grosso, Goiás, Distrito Federal, Paraná, São Paulo, Alagoas, Sergipe e Minas Gerais estão entre os estados que demonstram apoio. A campanha também obteve assinaturas provenientes do Uruguai.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: