Sexta-feira, 19 de Abril de 2019
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

A igreja abandonada e a coragem Bina

qui, 19 de junho de 2014 00:00

Abertura Pensando Bem
Há muito tempo atrás, conta-se que havia uma igreja abandonada em uma pequena cidade do interior. Talvez por ser um local velho e solitário, diversas pessoas diziam que o templo era um lugar assombrado. Para o desespero de muitos, todas as noites era possível ver a luz fraca se acender no lado de dentro e ouvir um piano bem distante sendo tocado.

Alguns diziam que eram almas penadas, outros diziam que eram anjos, porém todos temiam passar perto do local. Certa vez, uma senhora já de idade, chamada Bina, resolveu tirar suas próprias conclusões e se aproximar da velha igreja. A senhora Bina, era muito respeitada na cidade, conhecida por sua bondade, coragem e sabedoria.

Após andar alguns quilômetros entre as ruas e o campo que separava o casarão abandonado da principal avenida da cidade, Bina bateu à porta toda empoeirada. Passado alguns minutos, ouviu uns passos bem serenos, para sua surpresa, a porta se abriu e ela se deparou com um caloroso sorriso e ouviu: -”Seja bem-vinda, entre esta igreja também é sua!” Era o padre Emílio, o qual todos diziam ter morrido quando a igreja sofreu um incêndio.

Ao entrar e olhar para o interior da igreja, Bina ficou perplexa, tudo estava intacto, limpo e bonito, como nunca havia se visto antes. Imediatamente, Bina exclamou: – “Padre, diziam que o senhor estava morto e  que a igreja estava toda em destroços por dentro, assim como está por fora!” Ao que o sábio e velho Emílio respondeu: -”Agora você vê, nem sempre as coisas são como os outros dizem que são, o que você vê por fora não é o que há por dentro”.

E o padre continuou: -”Diferente dos outros, você teve a sabedoria de conhecer o terreno, antes de fazer seu próprio juízo, muitas vezes a vida é injusta conosco, mas não devemos fazer pelos outros o que eles mesmos podem fazer. A igreja e eu sempre estivemos aqui, mas ninguém teve coragem e interesse para saber como tudo ficou de fato. Trabalhava duro durante o dia, a noite tocava piano e acendia as luzes, porquê por mais difícil que seja a vida, a música nunca pode parar”.
pensandobem

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: