Sexta-feira, 19 de Julho de 2019
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

DIREITO E JUSTIÇA

qui, 20 de outubro de 2016 05:25

Abertura-direito-e-justica

CURTAS E GROSSAS:

VERGONHA !!! VERGONHA !!! VERGONHA !!!

(VALORES APROVADOS PARA O QUADRIÊNIO 2017/2020)

 

  • Prefeito:                             R$ 22.000,00         (vinte e dois mil reais);
  • Vice-Prefeito:                   R$ 14.000,00         (quatorze mil reais);
  • Secretário:                         R$ 11.000,00         (onze mil reais);
  • Vereador:                           R$ 12.000,00         (doze mil reais).

 

            DETALHES ESCABROSOS:

 

  • Sessão da Câmara Municipal realizada em 27.09.2016 (terça-feira).

 

  • Sanção do Prefeito no dia 30.09.2016 (sexta-feira – Correio Oficial).

 

  • Antevéspera das eleições municipais (02.10.2016 – Domingo).

 

  • Inclusão deliberada, imprevista, ilegal, silenciosa e covarde na pauta.

 

  • Ação legislativa subréptica, dissimulada, hipócrita, infame e de rapina.

 

  • Todos eles, Vereadores e Prefeito, apunhalaram-nos pelas costas.

 

  • O repasse mensal do Poder Executivo para o Poder Legislativo (6% da arrecadação municipal) tem sido de R$ 600.000,00 até R$ 900.000,00, em média. Sobra (ou deveria sobrar) pelo menos a metade desse valor, cuja destinação ninguém sabe qual é, porque não se prestam contas, ou, se as prestam, não são conhecidas, confiáveis e checadas. UM ABUSO !!!

 

  • POVO DE ARAGUARI:  vamos às ruas … !!!  Já … !!!

 

——————————————————————————————

Grupos políticos majoritários:

 

            GRUPO 1:    Integrantes incompatíveis. Confusão à vista; vaidades galopantes.

GRUPO 2:    Integrantes desconformes. Grupos antagônicos e inconfiáveis.

            GRUPO 3:    Integrantes incansáveis. Trabalho e ética. Não receberão valor.

GRUPO 4:    Integrantes irremediáveis. Os fatos presentes os suplantaram.

GRUPO 5:    Integrantes recorrentes. Somente marcarão a sua presença.

 

DJ:      Identifique-os; a  DJ comentará a participação de cada um deles (opinião pessoal).

  • Aspectos fáticos e políticos referentes ao Grupo 2:

 

 

  1.  Ele soube evitar ou superar os erros crassos e pessoais da campanha de 2012.

 

  1. Não esmoreceu ante pesquisas inconfiáveis, duvidosas ou parciais e porfiou.

 

  1. Porém, deve manter no cabresto o “carioca” de fala professoral, mansa e amena.

 

  1. Da mesma forma, outros integrantes do seu grupo, que são, sim, “inconfiáveis”.

 

  1. Centralize, detenha e exercite o poder de comando, mostrando quem ganhou.

 

  1. Não queira vingança, mas trabalhe com afinco; seja fiel ao seu caráter e feitio.

 

  1. Não se afobe, pois haverá quatro anos, para realizar o que for prioritário.

 

  1. Substitua periodicamente os incompetentes e indisciplinados: exonere, demita.

 

  1. Não inche ainda mais a administração pública; esvazie o saco, se for preciso.

 

  1. Não haverá mais reeleição; governe somente para o Município; dê tudo de si.

 

 

——————————————————————————————

            O ASCETA

 

                                                           I

Upaguta, discípulo de Buda, deitado na relva, dormia junto à muralha de Matura. A luz das lâmpadas estava extinta; as portas da cidade estavam cerradas e as estrelas se ocultavam atrás das nuvens, naquela triste noite de agosto.

 

De quem seriam aqueles pés, de guizos sonoros, que lhe tocaram o peito? Upaguta despertou e a luz forte de uma lanterna, que uma jovem segurava, feriu os olhos bondosos do asceta. Era uma bailarina, ébria de juventude, como de vinho, coberta de joias e envolta em um véu azul-pálido. Baixou a lâmpada e iluminou o rosto jovem do asceta, de formosa austeridade.

 

- Perdoe-me, jovem asceta – disse-lhe a bailarina. – Vem ao meu lar. A terra não é leito apropriado para teu corpo.

 

- Vai-te, ó linda jovem! Tempo virá em que eu deva visitar-te. – respondeu o asceta.

 

Súbito, a noite tenebrosa mostrou seus dentes em um relâmpago.

 

A tormenta rugiu na abóbada celeste e a mulher afastou-se amedrontada …

II

O ano novo ainda não havia chegado. O vento era impetuoso. Os galhos das árvores do caminho estavam carregados de flores.

 

Ao longe, flutuando na brisa primaveril, percebiam-se alegres sons de flautas. Os habitantes da cidade tinham ido aos bosques, ao festival das flores. No céu, a Lua sorria para a cidade silenciosa.

O asceta atravessava a cidade deserta e sobre sua cabeça, nos ramos das mangabeiras, os pássaros enamorados lançavam seus queixumes. Upaguta atravessou as portas da cidade e se deteve           junto às muralhas …

 

Quem era aquela mulher que jazia no chão, à sombra do grande parapeito? Atacada de peste negra, seu corpo se achava coberto de chagas e, temendo fatal contágio, haviam posto a infeliz fora da cidade.

 

O asceta sentou-se ao seu lado, colocou a cabeça sobre seus joelhos, molhou seus lábios com água e cobriu seu corpo com bálsamo.

 

- Quem és, anjo misericordioso? –perguntou a pobre mulher.

 

- Chegou o tempo de visitar-te e aqui estou! – respondeu o jovem asceta.

 

FONTE:         Rabindramath Tagore.

                                                           Pérolas Literárias – Editora Petit,

Págs. 31/32. (Antônio Fernandes Rodrigues).

DJ:

  1. Lembra-te do teu Criador nos dias da tua mocidade, porque haverão de chegar os maus dias em que tu já não terás mais e haverás de retornar ao pó de         onde vieste e de devolver a Deus  — que te deu  — o teu Espírito. (Bíblia Sagrada, Eclesiástico / sem literalidade absoluta).

 

  1. TESOUROS E BENS MATERIAIS – Não junteis tesouros na Terra, onde a traça e a ferrugem tudo consomem e onde os ladrões minam e roubam. Mas junteis tesouros no céu, onde nem a traça nem a ferrugem consomem e onde os ladrões não minam nem roubam. Porque onde estiver o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração.  -  ( Mateus, 6, 19 a 21).

 

  1. Mas buscai primeiro o Reino de Deus e a sua justiça e todas essas coisas vos serão acrescentadas. Não vos inquieteis, pois, pelo dia de amanhã, porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal.  -  ( Mateus, 6, 33 e 34.)

 

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: