Quarta-feira, 23 de Outubro de 2019
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Direito e Justiça

qui, 10 de outubro de 2019 05:32

Abertura-direito-e-justica

 

Doação de livros para a Biblioteca Pública Municipal:

  1. 1.     Os Meninos que Enganavam Nazistas.

Joseph Joffo = Editora Vestígio.

(A doadora pediu anonimato)

 

Os Irmãos fizeram uma promessa… Nunca se separar. Mais de 20 milhões de exemplares vendidos no mundo. Paris, 1941. O país é ocupado pelo exército nazista e o medo invade as casas e as ruas francesas. O poder de Hitler se torna absoluto e brutal… É durante um dos períodos mais turbulentos da História que a emocionante narrativa de Joseph e Maurice se desenrola. Irmãos judeus de 10 e 12 anos de idade, perambulam sozinhos pelas estradas, vivendo experiências surpreendentes, tentando escapar da morte e em busca da zona livre para ganhar a liberdade. Esta é uma história real, autobiográfica, cuja espontaneidade, ternura e humor comprovam o triunfo da humanidade e da empatia nos momentos mais sombrios, quando o perigo está sempre à espreita… Narrado por Joseph, o irmão mais novo, Os Meninos que Enganavam Nazistas conta a fantástica e emocionante epopeia de duas crianças judias durante a ocupação nazista.

 

  1. 2.     Rosas de Maio.

Dot Hutchison = Editora Planeta.

(A doadora pediu anonimato)

 

A eletrizante sequência do sucesso O Jardim das Borboletas. Quatro meses se passaram após a descoberta do Jardim e de suas “borboletas”: jovens mulheres, sequestradas e mantidas em cativeiro por um homem brutal e obsessivo, conhecido apenas como Jardineiro. O inverno está chegando ao fim e as borboletas sobreviventes esperam ansiosamente por dias mais quentes e tranquilos. Para os agentes Brandon e Eddison, Victor Hanoverian e Mercedes Ramirez, no entanto, a calma não parece valer; em outra parte dos Estados Unidos, uma jovem surge brutalmente assassinada. Os indícios apontam para a ação de mais um serial killer psicopata, capaz não apenas de matar a sangue frio, mas também de elaborar a cena a ser descoberta: a jovem é encontrada no altar de uma velha igreja, com a garganta cortada e o corpo rodeado de flores.

 

 

 

Por uma Internet mais humana, confiável e decente:

 

  • Não compartilhe / apague.
  • Não arquive / apague.
  • Não mostre / apague.
  • Não copie / apague.

 

  1.  Fotografias ou vídeos com pessoas mortas ou acidentadas;

 

  1.  Fotografias ou vídeos com pessoas mutiladas, feridas ou desesperadas;

 

  1.  Fotografias ou vídeos com pessoas em quaisquer situações degradantes;

 

  1.  Fotografias ou vídeos com divulgação de suicídios consumados ou tentados;

 

  1. Fotografias ou vídeos com crianças doentes, desassistidas ou vulneráveis;

 

  1. Fotografias ou vídeos com nudez ilegal, acintosa, pedófila ou degradante;

 

  1.  Fotografia ou vídeos com animais mutilados, feridos ou maltratados;

 

  1. Boatos ou notícias falsas (fake news) ou sem origem ou fonte confiável;

 

  1.  Fatos ou notícias inverossímeis (post truth = pós-verdade) ou sensacionalistas;

 

10. Informações ou delações sem quaisquer provas ou origem confiável;

 

11. Apologia ou incitação à violência, ao crime, à contravenção e à pedofilia;

 

12. Perseguição odiosa e ilegal de qualquer natureza e zombarias (bullying);

 

13. Apologia ou incitação à desobediência civil ilegal, ao tumulto e à baderna;

 

14. Apologia ou incitação ao racismo, à discriminação e à supremacia étnica;

 

15. Quaisquer atitudes que contrariem os seus princípios morais e de cidadania.

 

                        PODIA SER PIOR

 

O médium Figueiras era espírita de grande serenidade.

Certa feita, um amigo que ele não via desde muito, visita-lhe a casa e, depois das saudações habituais, dá notícias do próprio pessimismo. Declara-se ausente de toda atividade doutrinária. Continua espírita de convicção, mas afastou-se do trabalho mediúnico, da leitura, das sessões, das preces.

Inquirido por Figueiras, começou a explicar-se:

- Imagine você que minha infelicidade começou quando o meu sócio conseguiu furtar-me quase tudo o que eu possuía. Foi terrível desastre…

- Mas, podia ser pior! – falou Figueiras, preenchendo a pausa da conversação.

- Em seguida, estabeleci-me com pequena loja; no entanto, meu único empregado ateou fogo a tudo, após roubar-me…

- Podia ser pior… – atalhou Figueiras.

O azar não ficou aí, pois quando me viu sem qualquer recurso, a companheira abandonou-me, buscando aventuras inconfessáveis.

- Podia ser pior…

- Depois disso, minha única filha, aquela que ainda se mantinha ao meu lado, ouviu as insinuações de um homem que a seduziu, desprezando-me com amargas palavras.

- Podia ser pior…

- Por fim, meu irmão, a única pessoa que ainda me dispensava proteção e carinho, foi assassinado por um salteador que escapou à cadeia.

- Mas podia ser pior… – acentuou Figueiras, calmo.

O outro sorriu mal-humorado e objetou:

- Ora essa! Que podia ser pior? Dois ladrões me acabam com os negócios, dois malfeitores me acabam com a família e um assassino me acaba com o único irmão… Que podia ser pior, Figueiras?

O prestimoso médium abanou a cabeça e respondeu calmamente:

- Podia ser pior, sim, meu amigo! Podia ser você o autor de tantos crimes; entretanto, cá está conversando comigo, de consciência purificada e mãos limpas. Sofrer dos outros é, de algum modo, trilhar o caminho em que Jesus transitou, mas fazer sofrer os outros é outra coisa…

O amigo silenciou e, ao despedir-se, rogou a Figueiras o benefício de um passe.

 

            FONTE           : Hilário Silva (Francisco Cândido Xavier)

Almas em Desfile – Ed. FEB. = Pérolas Literárias – págs. 24/25

                        Um de cada vez

 

Um amigo nosso caminhava ao pôr-do-sol numa praia deserta, no México. À distância, viu outro homem caminhando. Ao se aproximar, notou que o homem abaixava-se, pegava alguma coisa e jogava na água. Volta e meia, abaixava-se e jogava alguma coisa no mar.

 

            Chegando ainda mais perto, viu que o homem pegava estrelas-do-mar deixadas na areia pela maré e as devolvia ao mar. Intrigado, nosso amigo aproximou-se e disse ao homem:

- Boa tarde, amigo. Estou a perguntar-me o que você está fazendo?

            - Estou devolvendo as estrelas-do-mar. A maré está baixa e, se ficarem na areia, vão morrer.

- Entendo – disse nosso amigo. Mas há milhares de estrelas-do-mar nessa praia. Você não vai conseguir pegar todas. São muitas! Você não vê que isso deve acontecer em centenas de outras praias? Não vê que não faz a menor diferença?

 

O homem sorriu, abaixou-se, pegou mais uma estrela e jogou-a no mar, dizendo:

            - Faz diferença para esta aqui.

            (Tentar é tudo. Não importa o sucesso ou o fracasso.)

 

            FONTE:         Você Não Está Só – Livro II –Jack Canfield, Mark Victor                                        Hansen e Patty Hansen.

 

 

Não vim destruir a lei

 

  • Capítulo I = O Evangelho Segundo o Espiritismo.
  • Uma advertência de Jesus.
  • As 3 Grandes Revelações da Humanidade.

 

- “Não pensem que tenha vindo para destruir a Lei ou os profetas. Não vim para destrui-los, mas cumpri-los; pois, em verdade lhes digo que o céu e a terra não passarão sem que tudo que está na Lei se cumpra perfeitamente, até mesmo um único jota e um único ponto.” (Mateus, Cap. 5, Vv  17 e 18).

 

  • 1ª Revelação:               Moisés – Os 10 Mandamentos e a Lei   mosaica -

                                              A moral pregada por Moisés;

 

  • 2ª Revelação:               Jesus Cristo e a Boa Nova (Evangelho) -

                                              A moral pregada por Jesus;

 

  • 3ª Revelação:               Alan Kardec –Uma nova era –  O advento   do Espiritismo – O Consolador Prometido – A moral pregada pelo Espiritismo;

 

  • Ciência e Religião:      Ausência de incompatibilidade – Aliança                                              da ciência e da religião “Design   Inteligente:

 

  • Conclusão:                    Considerações finais – diversas.

1 Comentário

  1. Eliane disse:

    Não é a primeira vez que leio estas mensagens, mas são lindas.

Deixe seu comentário: