Domingo, 25 de Agosto de 2019
онлайн займ взять займ онлайн онлайн займы на карту микрозаймы на карту займ на карту срочно микрокредиты онлайн

Direito e Justiça

qui, 16 de maio de 2019 05:26

Abertura-direito-e-justica

Doações para a Biblioteca Pública Municipal:

(Livros Diversos)

  1. 1.     Mitologia e Autoconhecimento.

 

  1. 2.     As Mil e Uma Noites.

 

  1. 3.     Como Falar Tudo em Espanhol.

 

  1. 4.     In English = Starter Student`s Book / Oxford.

 

  1. 5.     O Céu e o Inferno = Allan Kardec = Editora FEB.

 

  1. 6.     Tudo Tem Seu Preço = Zíbia Gasparetto / Ditado por Lucius.

 

  1. 7.     Milagres Que a Medicina Não Contou.

 

  1. 8.     Todo Paciente Tem Uma História Para Contar.

 

  1. 9.     Agenda Cristã = Chico Xavier / Pelo Espírito André Luiz.

 

 

 

Ao Espaço Jurídico Rodrigo Cardoso Fernal – EJRCF:

(Criado pelo Decreto Municipal 060 de 30.05.2011)

 

  1. 1.     Curso de História do Direito = Editora Método.

José Reinaldo de Lima Lopes e outros

 

  1. 2.     Fundamentos de História do Direito = Del Rery Editora.

Antônio Carlos Wolkmer (organizador).

 

  1. 3.     Estudos de Filosofia do Direito = Editora Atlas.

Tércio Sampaio Ferraz Júnior.

 

Pinga-fogo

- Aquele Vereador não queria que retirassem a quadra do canteiro da avenida Minas Gerais. Disse até que iria jogar lá. Pois que vá. E RÁPIDO!

- De corredor tem tudo. De turístico nada tem. E NÃO TERÁ.

- Vindos de outras cidades, quem irá parar ali?  PARA QUÊ?

- Muito mais fácil (e barato) teria sido aparelhar a avenida Coronel Theodolino Pereira de Araujo. Contém mais atrativos. E FICA NO CENTRO.

- Claro: tirando aquela “montoeira” de garagens mal localizadas, considerando-se um plano urbanístico decente… EU ACHO.

- Existem bairros aqui em Araguari que nunca deveriam ter sido criados; que somente servem de estorvo para o crescimento harmônico da cidade. HAJA VISTA NA PERIFERIA.

- Mas, a política rasteira somente se preocupa com a quantidade (de casas ou casinholas mal ajambradas), jogando o povão cada vez mais longe ainda. E DEPOIS AS PESSOAS QUE SE DANEM.

 

HOMENAGEM ÀS MÃES ( 2 )

 

O filho da viúva de Naim

 

No dia seguinte, dirigiu-se Jesus a uma cidade chamada Naim. Iam com ele diversos discípulos e muito povo.

 

Ao chegar perto da porta da cidade, eis que levavam um defunto a ser sepultado, filho único de uma viúva; acompanhava-a muita gente da cidade.

Vendo-a o Senhor, movido de compaixão para com ela, disse-lhe:

 

-         Não chores.

 

Não chores. E, aproximando-se, tocou no esquife, e os que o levavam pararam. Disse Jesus:

 

- Moço, eu te ordeno, levanta-te.

 

Sentou-se o que estivera morto e começou a falar e Jesus entregou-o à sua mãe. Apoderou-se de todos o temor e glorificavam a Deus, dizendo:

 

- Um grande profeta surgiu entre nós. Deus voltou os olhos para o seu povo.

 

A notícia desse fato correu por toda a Judéia e por toda a circunvizinhança.

 

COMENTÁRIO LIVRE :

Jesus enterneceu-se com a imensa dor daquela pobre mãe, que acompanhava o enterro do seu filho único. Certamente, o Divino Mestre teve em mente — naquele momento — a dor que a sua própria mãe, Maria, haveria de sentir, quando visse seu filho padecendo sob os tormentos da Cruz, a fim de dar cumprimento à Segunda Aliança de Deus para com os Homens.

Ele, Jesus de Nazaré, o novo Prumo que Jeová — oitocentos anos antes — anunciara a Amós, o Prumo Redenter que haveria de ser posto no mundo para o consolo e amparo da Humanidade, disseminando por toda parte a Justiça, a Misericórdia, a Tolerância e o Amor.

A Criança e Deus

Uma criança – pronta para nascer – perguntou a Deus:

- Dizem que amanhã serei enviado à Terra  … Como viverei lá, sendo assim pequeno e indefeso?

E Deus disse:

- Entre muitos anjos, eu escolhi um especial para você. Estará te esperando e tomará conta de você.

A criança:

- Mas, diga-me: aqui no céu eu não faço nada a não ser cantar e sorrir, o que é suficiente para que eu seja feliz. Serei feliz lá?

Deus:

- Seu anjo irá cantar e sorrir para você…  A cada dia, a cada instante, você sentirá o amor do seu anjo e será feliz.

A criança:

- Como poderei entender, quando falarem comigo, se eu não conheço a língua que as pessoas falam?

Deus:

- Com muita paciência e carinho seu anjo lhe ensinará a falar.

A criança:

- E o que eu farei, quando quiser Te falar?

Deus:

- Seu anjo juntará as suas mãos e lhe ensinará a rezar.

A criança:

- Dizem que na Terra há homens maus. Quem me protegerá?

Deus:

- Seu Anjo lhe defenderá mesmo que tenha que arriscar a sua própria vida.

A criança:

- Mas, eu serei sempre triste porque não Te verei mais.

Deus:

- Seu anjo sempre lhe falará sobre mim, ele lhe ensinará a maneira de vir a mim e eu estarei sempre dentro de você.

Nesse momento havia muita paz no céu, mas as vozes da Terra podiam ser ouvidas. A criança, apressada, perguntou suavemente:

- Oh, Deus, se eu estivesse a ponto de ir agora, diga-me, por favor, o nome do meu anjo…

E, Deus respondeu:

 

- Você chamará seu Anjo de Mãe.

OBS:   Autor desconhecido.

Nenhum comentário

Deixe seu comentário: